quarta-feira, novembro 16, 2016

A Menina e seus Laços!


Desde pequena me afeiçoei aos laços.

São delicados, indicam capricho, certo grau de afeição.

Laços, definitivamente, são afetuosos.

Embora jamais tenha sido uma menina cor-de-rosa, confesso que detesto essa cor até hoje, sempre gostei de apreciar os volumes, a maneira como se ofertava o presente e, é claro, os laçarotes.

Presente sem laço não dá...

No decorrer do caminho percebi que existiam os nós.

Coitados, sempre tão apertados, asfixiando tudo aquilo que, supostamente, visavam proteger.

Diziam-me que era para se tornar seguro.

Dois nós, três e vários, até.

Até hoje tenho pavor do tal "nó-cego".

Fico sempre com a sensação de que é algo que o faz perder a ternura.

E foi assim que descobri pessoas-laço e pessoas-nó.

Até hoje me pergunto : por que não fazer laços?

Tão mais bonito!

[ Cláudia Dornelles ]
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...