segunda-feira, novembro 24, 2014

Lar, zen lar


Quase todos sentimos que a nossa casa é um local de retiro, de conforto e de relaxamento. Quando estamos em casa, encontramos normalmente a calma e o distanciamento necessário do mundo que corre “lá fora”. Por isso, e como forma de tornar o nosso lar num espaço de descontração e paz, são cada vez mais as técnicas, como o Feng Shui, que nos ajudam a decorar a casa de forma a encontrar um verdadeiro estado zen. Difícil? Nada! Bastam apenas alguns cuidados para transformar a casa num lar, zen lar…

Sala de estar – o encontro da família

A sala de estar é tipicamente compreendida como o local de convívio e de reunião da família. Por isso, há que garantir alguns cuidados para que este espaço reforce os laços familiares e estreite o desejo de confraternização.

Um piso de madeira não muito escura será o ideal para manter a ligação à natureza e para aquecer o ambiente da sala. Para as paredes e mobília, a opção deverá recair preferencialmente para o branco, bege, castanho claro e alguns tons de verde. Apesar de os laranjas, amarelos e avermelhados serem cores quentes, que até promovem a interação entre as pessoas, estas tonalidades não serão tão indicadas para a criação de uma sala de estar zen – já que as cores demasiado fortes podem trazer sentimentos de ansiedade, claustrofobia e podem tornar-se visualmente cansativas.

Evite colocar o sofá de costas para a porta da entrada, o que representa um isolamento social, sendo que na sala apenas se deve colocar aquilo que for realmente essencial. Sempre que possível, inclua algumas plantas naturais na decoração da sala e deixe as janelas abertas durante o dia, tirando assim o máximo proveito da luz natural.

Cozinha – a melhor amiga do paladar

Num espaço onde se confeccionam as refeições da família, convém que as cores dos móveis e das bancadas sejam o mais suaves possível – guarde os contrastes para uma mesa e cadeiras em tons mais escuros. As bancadas devem estar sempre arrumadas e organizadas, com o mínimo possível de eletrodomésticos, utensílios ou materiais decorativos. Aqui, a rainha é mesmo a alimentação, pelo que, em vez de um centro de mesa composto por uma peça decorativa, opte por uma sugestão mais zen e natural como uma taça de frutas, plantas ou flores naturais em cores agradáveis.

Quarto do casal – o ninho do amor

O Feng Shui entende o quarto do casal como o espaço onde o amor é vivido em pleno. Por isso, dá-se preferência a um estilo minimalista, apenas com a cama, o roupeiro e/ou cómoda e um espelho. Em relação às cores, pode abusar-se um pouco dos tons mais vivos, como o vermelho ou o lilás, que potenciam a força e a intimidade do casal. Do mesmo modo, recomenda-se que se escolham sempre objetos pares para a decoração: sejam dois candeeiros ou dois quadros por cima da cama. Sim, sempre em par. A não ser que queira um terceiro elemento na relação…

Casa de banho – o ícone do elemento água

Na casa de banho, é importante valorizar o seu elemento principal: a água. Por isso, se a ideia é um WC mais zen, escolha o branco e o azul para os azulejos e têxteis, e apenas branco para as louças. O branco trará uma sensação de pureza e limpeza, que são essenciais para nos sentirmos confortáveis; ao mesmo tempo que o azul remete para o conceito da água como fonte da vida. A organização é igualmente importante: tudo deve ter um lugar, ou seja, mantenha os frascos de champô e os boiões de creme arrumados nos armários ou gavetas ou, pelo menos, alinhados numa prateleira.

Escritório – o espaço da produtividade

O escritório é um espaço de trabalho, pelo que é muito importante, principalmente para quem precisa efetivamente de trabalhar em casa, conseguir separar este local do resto do lar. O escritório não deve ser utilizado como espaço de convívio e, como tal, não deve ter televisão ou outras distrações. Para conseguir uma decoração zen no espaço mais produtivo da casa, a secretária deve ser grande e virada para uma janela ou ter luz natural do lado esquerdo; os livros e as pastas devem estar organizadas nas estantes, de forma a transmitir uma sensação de estrutura e serenidade, essenciais para a concentração de quem trabalha em casa. O bege é perfeito para as paredes, que podem ser decoradas com quadros ou imagens inspiradoras. Já o verde e o azul são indicados para as cortinas, tapetes e outros elementos decorativos, uma vez que ambas as cores estimulam a racionalidade e o foco.

Estado Zen

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...