sexta-feira, fevereiro 03, 2012

Alimentos para acrescentar ao cardápio e ser mais saudável

Romã

Em um estudo israelense com pessoas em tratamento de insuficiência renal, o suco da fruta ajudou a relaxar os vasos e livrá-los de lesões. ao que tudo indica, a romã in natura apresentaria efeito parecido graças a seus antioxidantes.

"Notamos que ela diminui os triglicérides e aumenta o colesterol bom", conta Shema Lilach, pesquisadora do Western Galilee Hospital, em israel


Melancia

Um trabalho da Universidade de Kentucky, nos Estados Unidos, revela que a melancia presta um belo serviço à circulação sanguínea.

Em um experimento com o seu suco administrado a cobaias, os especialistas perceberam que o preparo fez diminuir a massa gorda e a formação de placas nos vasos.

"A própria fruta também deve exercer esse desempenho", diz o líder do estudo, Sibu Saha.

A melancia é rica em citrulina, substância que, dentro do corpo, aciona um mecanismo de relaxamento das artérias. de acordo com a nutricionista regina Pereira, da Sociedade de Cardiologia do estado de São Paulo, ela se encontra tanto na parte vermelha quanto na branca.

"Como a fruta tem bastante açúcar, é melhor consumir entre as refeições para evitar picos glicêmicos", recomenda


Kiwi

Pesquisadores do Hospital Universitário de Oslo, na Noruega, recrutaram 118 pessoas na faixa dos 55 anos com a pressão arterial levemente alterada e as dividiram em dois grupos: o primeiro comia uma maçã por dia - seguindo aquela velha máxima de que uma unidade diária da fruta é suficiente para manter distância do médico - e o segundo ingeria três kiwis.

Dois meses depois, avaliaram os voluntários e descobriram que a turma do kiwi exibia uma pressão mais próxima do ideal.

Essa vantagem parece estar nos seus altos níveis de luteína, uma substância antioxidante que, além de proteger os olhos, reduziria a inflamação nos vasos sanguíneos. "O consumo de kiwi sozinho não vai controlar a hipertensão, mas ele pode ser incluído na dieta como um lanche ou sobremesa", diz a nutricionista Camila Gracia, do Hospital do Coração, em São Paulo


Café

O cafezinho não afugenta só aquela preguiça. Bastante investigado nos últimos anos, ele vem demonstrando que defende o coração, afasta a depressão e, agora sim, lá vem notícia: até ajuda a impedir o surgimento de certos tumores.

A chancela vem de um estudo da respeitada Universidade Harvard, que averiguou dados de cerca de 67 mil americanas. entre aquelas que bebiam mais de quatro xícaras por dia, observou-se um risco 25% menor de ter um câncer no endométrio, tecido que reveste o útero.

Muito café? Pois saiba que as mulheres que tomaram duas xícaras tiveram um risco 7% menor. "A bebida tem um alto poder antioxidante e anti-inflamatório, o que justificaria sua proteção contra alguns tipos de câncer", afirma a nutricionista Youjin je, uma das autoras do trabalho, que não levou em conta o tipo de café nem o preparo


Feijão

O último vigitel - enquete telefônica realizada em todo o país pelo Ministério da Saúde - constatou que o brasileiro está comendo cada vez menos feijão.

Se você é integrante desse movimento, trate de reconvidá-lo à rotina. O grão guarda proteína, fibras e minerais como o ferro, que afasta a anemia.

"Mesmo quem está de regime pode consumi‑lo, uma vez que ele contribui para a saciedade e ajuda a preservar a massa magra", aconselha a nutricionista Carolina Duarte, da clínica nutrício, em Belo Horizonte


Aveia

A aveia foi catalogada como um dos primeiros alimentos funcionais da história, porque, além de dar energia ao organismo, fornece substâncias capazes de evitar doenças.

O grande diferencial desse grão é ser carregado de uma fibra solúvel, a betaglucana, que reduz o colesterol ruim, auxilia a controlar a carga de açúcar no sangue e até diminuiria o risco de alguns tumores.

Com o objetivo de maximizar esse poder preventivo, estudiosos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul estão modificando o alimento para elevar a quantidade desse nutriente. "Queremos ampliar o teor de betaglucana de 4,5 para 8%, sem afetar os demais componentes nem alterar seu sabor", esclarece o agrônomo luiz Carlos Federizzi, responsável pelo projeto. assim, será possível comer menos aveia no dia a dia para conquistar seus múltiplos benefícios


Acerola

A acerola é famosa por ser um reduto de vitamina C e outros compostos que fazem a segurança das nossas células.

Em laboratório, uma equipe da Universidade Luterana do Brasil, em Canoas, no Rio Grande do Sul, decidiu mensurar seus componentes e seu efeito sobre o nosso DNA comparando as frutas verde e madura.

"Embora a verde tenha mais vitamina C, encontramos mais flavonoides, que também são antioxidantes, na madura", conta a bióloga juliana da Silva.

"Essas substâncias protegem o genoma de alterações causadas pelos radicais livres", diz. Isso se traduz, em tese, em menor risco de uma série de doenças ligadas ao envelhecimento.

Como ninguém come acerola verde, aposte na vermelha especialmente nos sucos - uma forma de driblar a acidez. Também dá para lançar mão da polpa congelada, já que as doses de vitamina C não caem muito

MDEMULHER

maria tereza cichelli

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...