terça-feira, agosto 03, 2010

"O silêncio é a virtude dos loucos..."


"Bem-aventurados os doidos de pedra... "

[Caio Fernando Abreu]

Encontros & Desencontros



Cômoda verdejante

Gavetas com perfume de lavanda, mas em vez de roupas, espécies pendentes e forrações. Nesta cômoda, que um dia deve ter guardado roupas e acessórios, hoje as plantas tomaram conta

CHEIRO DE MATO



Brincadeira de boas-vindas

Quando receber os amigos para almoçar ou jantar, deixe junto da porta ou sobre a mesa de centro um pote de vidro cheio de biscoitos da sorte, daqueles que trazem frases que inflam o ego, concedem esperança ou põem uma pulga atrás da orelha. É para emocionar e divertir.


Mesa sem toalha

Na hora de preparar um brunch delicioso no quintal, inove na decoração da mesa. Troque a toalha comum por dois caminhos de mesa, colocados um de cada lado. Elas emolduram as delícias que estão arrumadas diretamente sobre a madeira.


Receba os amigos com belas opções de salada

Em dias de calor, receba os amigos com saladas. Para tornar a empreitada mais dinâmica, distribua os ingredientes em quadrados de vidro para que cada um monte a sua. Faça o mesmo com os molhos e outras delícias, como a uva-passa, para decorar o prato.


Estante com nichos vazados para guardar livros, revistas e objetos com
charme e organização

CASA E JARDIM



Orgasmo no parto: como assim?

A explicação parece simples, como esclarece a ginecologista e obstetra Cátia Chuba: “na hora que o bebê começa a coroar (quando a cabeça já pode ser vista) toda a região vaginal e genital se comprime e ele passa pelas mesmas terminações nervosas estimuladas durante o ato sexual”. Isso significa que, fisicamente, todas as mulheres têm condições de sentir prazer durante um parto normal.

Para que isso ocorra, porém, a grávida não pode encarar a dor apenas como sofrimento. “O orgasmo começa na cabeça, como se diz na psicologia, é a mesma coisa nesse caso”, compara Cátia. A médica diz que é mais fácil que isso aconteça com mulheres que são acompanhadas por obstetras e profissionais que tenham essa mesma visão e que a tranqüilizem e ajudem-na a desassociar o parto normal de sofrimento. Ficou interessada?

Debra conversou com o blog The Stir, do site Cafemom (www.cafemom.com) sobre 4 mitos do parto orgástico:

1 – O orgasmo do parto é igual ao de fazer sexo
Não, ele é tão bom quanto, mas diferente. Os hormônios são os mesmos e tem muita estimulação vaginal.

2 – Estar no meio dos médicos e enfermeiras torna ainda mais excitante
Em geral funciona melhor com privacidade. Tem tudo a ver com a liberação de ocitocina, o hormônio liberado em situações de prazer, que é 10 vezes mais alta no parto normal. Só que se estivermos nervosas liberamos adrenalina, que inibe a ação da substância

3 – É arriscado para o bebê
Ao contrário, quanto maior a quantidade de ocitocina que circular no organismo da mãe, mais será transmitida ao bebê, o que ajuda a diminuir o estresse do nascimento

4 – Você não sente dor, só prazer
Nem sempre, algumas não sentem a dor e outras sim. Ocorre que é possível sentir dor e prazer ao mesmo tempo

Fonte: Cátia Chuba, ginecologista e obstetra



Soluções para as dúvidas mais comuns sobre a lancheira das crianças

O que não colocar no lanche? É possível preparar tudo com um dia de antecedência? Veja essa e outras respostas para você preparar o melhor lanche para seu filho

O que não posso colocar no lanche?
Fatias de tomate umedecem demais o pão • Em vez de pôr apenas presunto, opte pelo peito de peru, que ainda por cima tem menos gordura • Se seu filho estuda de manhã, mas o lanche que você preparou é para o período da tarde, não mande leite (quente ou frio) ou iogurte de jeito nenhum.

Posso preparar tudo com um dia de antecedência?
Os lanches podem ser feitos um dia antes, à noite. Se for mandar um pedaço do bolo, deixe cortadinho também. Guarde ambos em potinhos de plástico na geladeira. Os sucos naturais devem ser preparados no dia. Se for mandar uma fruta, higienize no dia também.

Meu filho pode levar pratos e bebidas quentes?
O pão de queijo é uma opção viável, mas misto quente, por exemplo, não. O pão amolece demais e o queijo, se não for bem acondicionado, pode estragar. Ovo cozido, nem pensar, porque é um alimento muito sensível. Você pode mandar o chocolate ou o leite quente, desde que estejam em uma térmica. O problema é que podem não estar tão quentinhos na hora do intervalo do seu filho.

Quantas vezes por semana posso mandar doce ou salgadinhos?

De preferência, não mande. Se seu filho insistir muito, coloque um pedaço de bolo, de preferência, sem recheio ou cobertura. Deixe os doces e salgadinhos para o fim de semana.

Quais as melhores frutas para pôr na lancheira e por quê?
Maçã é uma boa opção porque não amassa facilmente. Pera, banana, pêssego, uva e nactarina pedem um recipiente mais resistente para acomodá-las. As frutas que você manda em gomos, como mexerica, perdem um pouco de nutrientes quando são descascadas. Antes de embalar, higienize bem a fruta. As que a criança consome a casca têm de ser lavadas em água corrente e depois colocadas em uma solução clorada (o produto é vendido em supermercado, veja no rótulo da embalagem como proceder). Se a casca for descartada, só lave. Seque com papel-toalha e coloque em um pote.

Como saber se ele comeu o que eu mandei?
Converse com o professor. Você pode pedir para ele mandar o lanche que sobrou de volta ou então pedir para ele anotar na agenda da criança quanto e o que ela comeu. É importante que ele coma porque se ficar mais de quatro horas sem se alimentar, pode ter uma queda de glicose no sangue, o que causa dores de cabeça, mal-estar e até desmaio. Ficar sem comer também atrapalha o aprendizado.


Amamentação correta - VÍDEO

CRESCER



Consultor de moda dá dicas para escolher o sutiã ideal

Gustavo Sarti explica qual é o modelo mais adequado para cada tipo de corpo

do R7


maria tereza cichelli
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...