segunda-feira, agosto 30, 2010

Chegou ao fim?



A SEPARAÇÃO É UMA DECISÃO DIFÍCIL QUE DEVE SER TOMADA APÓS MUITA CONVERSA E REFLEXÃO. DESTACAMOS ALGUNS SINAIS IMPORTANTES E DICAS PARA VOCÊ FAZER UM BALANÇO DA SITUAÇÃO COM MAIS SEGURANÇA, RACIONALIDADE E CERTEZA

Nenhum relacionamento acaba de uma hora para outra. Assim como a construção do relacionamento, o fim também leva tempo para ser arquitetado. Brigas e discussões são normais, porque ninguém disse que para um relacionamento dar certo os dois precisam apenas concordar em tudo. Mas, como descobrir se o casamento acabou?

Quando achamos que um relacionamento não está dando certo e passamos por situações desgastantes é preciso maturidade de ambos os lados. A separação é uma decisão difícil que deve ser tomada após muita conversa e reflexão. Separamos alguns sinais importantes e dicas para você tomar a decisão com mais segurança, racionalidade e certeza. Veja abaixo.

Sem pressa
O casal precisa conseguir se enxergar e perceber o que pode ser transformado. Se o relacionamento passou a ser pautado por brigas e mágoas, alguma coisa não está certa. É necessário sensibilidade para se reconciliar ou acabar.

Para a psicóloga Andreia Calçada, a comunicação é a única forma de resolver e evitar os problemas. Buscar terapia também é um bom começo para tentar salvar o relacionamento. “Se depois de muita conversa você perceber que o defeito do outro é algo difícil de manobrar, talvez o ponto final seja a melhor solução”.

Todas as relações humanas são delicadas, mas se o casal tiver filhos, o caso merece ainda mais atenção. Para a criança, os pais são sua representação de segurança, explica Dra. Andreia Calçada. “Toda separação gera mudanças e sensação de perda, mas se tudo acontecer de maneira delicada a criança não fica necessariamente traumatizada”.

Coloque na balança
Pense sobre os motivos das últimas brigas. Alguns casais discutem por coisas pequenas, como, esquecer a toalha molhada em cima da cama, enquanto outros atingem dimensões maiores, como a infidelidade.

Enquanto você pesa todo o relacionamento, tente descobrir a principal causa dessas discussões. Mas tudo isso deve ser feito de cabeça fresca.

Fazer uma lista de prós e contras também pode ser uma boa ideia. Parece frio demais dividir seu casamento em duas colunas? É para ser mesmo. Pensar de maneira racional pode ser o contrabalanço necessário quando você está com as emoções abaladas.

Dar um tempo
Dra. Andreia Calçada explica que dar um tempo pode tanto ser uma decisão positiva, quanto negativa. Aquele “dar um tempo” adolescente, em que o casal fica com várias outras pessoas, e inevitavelmente acaba se machucando ainda mais, é "péssimo"!

Se as duas pessoas utilizarem esse tempo para refletir e depois conversarem de cabeça fria, pode ser muito benéfico.

Separação ioiô
Um relacionamento ioiô, que termina e volta, é desgastante tanto para o casal quanto para os filhos. Para a criança, isso gera um nível de insegurança muito alto, pois quando ela passa a se acostumar com determinada situação, as coisas mudam.

O casal pode se separar, mas eles terão para sempre o filho, que é um vínculo muito maior. A criança pode e deve ser poupada, pois comumente muitos pequenos assumem a culpa pelo fracasso no relacionamento dos pais.

Se depois de muito pensar e conversar vocês se acertaram, parabéns à nova etapa do casal. Se a decisão final foi a separação, não deem chance para a culpa e boa sortea vida!

POR ROBERTA ROQUE


maria tereza cichelli
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...