segunda-feira, agosto 23, 2010

"Cada um tem de mim exatamente o que cativou."


Fica estabelecida a possibilidade de sonhar
coisas impossíveis e de caminhar
livremente em direção aos sonhos.

[Luciano Luppi]



Aperitivos no copo aguçam o paladar

Copos de diferentes alturas e formatos acomodam, além das bebidas, os aperitivos, dispostos sobre a mesa para que os visitantes sirvam-se à vontade. Até a sobremesa - uma musse ou um doce cremoso - pode ser oferecido assim.


Queijos na temperatura certa

Nunca tire os queijos da geladeira na hora de serem servidos, porque podem ficar frios e sem gosto. Lembre-se de tirá-los até duas horas antes, para que sejam degustados em temperatura ambiente.


Pão com azeite: entrada simples e especial

Experimente servir um pão de ervas, feito com alecrim e tomilho, na entrada do almoço ou do jantar. Prepare ou compre pouco tempo antes de os convidados chegarem, para que ele seja servido quentinho. O pão pode ser acompanhado por azeite de oliva extravirgem, de baixa acidez. Prefira variedades simples de azeite, sem adição de ingredientes especiais, pois eles permitirão que os convidados sintam com mais intensidade o sabor especial do pão.

CASA E JARDIM



CHÁ...

Acerte na preparação

Preparar um chá ou uma infusão de ervas não é difícil, mas requer alguns cuidados para que o sabor e o aroma sejam preservados. As especialistas Carla Saueressig, dona d´A Loja do Chá Tee Gschwendner, e Paula Simonsen, do Hotel Emiliano, revelam os segredos:

- A versão a granel é muito mais aromática e saborosa que a de saquinho, apesar da sua praticidade. “Na maioria das vezes o papel tem cloro e o sabor é passado para a bebida”, conta Carla.

- Não use um bule de alumínio ou inox. Opte por um de vidro, cerâmica ou ferro.

- Os materiais mais aconselhados para apreciar a bebida são o vidro ou a porcelana.

- Usar o tamanho certo de infusor para as versões a granel é importante. Ele pode ser de aço inoxidável, algodão cru orgânico, bambu e papel.

- Respeite o modo de preparo de cada tipo de chá ou de infusão. Segundo Paula, deve-se utilizar a quantidade exata de ervas, com a temperatura controlada e o tempo de infusão correto. “A água muito quente pode queimar a folha; se o chá ficar muito tempo em infusão, o tanino é liberado e ele amarga.”

- “Como em qualquer bebida, o açúcar altera o sabor. Para os apreciadores ou degustadores, não é aconselhável. No entanto, caso a pessoa sinta necessidade, sugiro o mel por interferir menos no sabor do chá”, diz Paula. Já Carla é enfática: o importante é ter prazer, usando açúcar ou não.

- O calor ideal do chá ou da infusão não queima os lábios.

- Na hora de preparar a versão gelada da bebida, faça uma infusão forte e adicione água fria ou gelo.

- O famoso chá preto com leite deve ser feito apenas com um gole de leite frio – nunca quente, pois altera o sabor.

Fonte do infográfico: Vanderlí F. Marchiori, nutricionista e fitoterapeuta, Carla Saueressig, dona d´A Loja do Chá Tee Gschwendner, e Paula Simonsen, especialista do Hotel Emiliano


clique no gráfico

Borboletando...


clique no gráfico

Ponto de cruz...


Crochetando...


Usando retalhos...


Almofada de tricô...


clique no gráfico


Almofada bordada com fita






NAVEGANDO NO MEU ARQUIVO...

maria tereza cichelli
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...