domingo, julho 25, 2010

" Toda a beleza é alegria que permanece. "


Cuidados com higiene íntima devem ser redobrados no inverno

Ginecologista dá dicas sobre higienização genital para mulheres

Devido às baixas temperaturas, o inverno é a época do ano em que é preciso redobrar os cuidados com a saúde. No caso das mulheres, a atenção deve se estender à higiene íntima, uma vez que o frio aumenta a proliferação de germes nocivos às defesas genitais.

Segundo o ginecologista e obstetra André de Paula Branco, da Paraná Clínicas, em Curitiba, "é no inverno que os fatores imunológicos apresentam queda e, por isso, estão mais suscetíveis aos agentes bacterianos, fúngicos e até virais". Segundo o especialista, as mulheres devem cuidar para não apresentarem quadros gripais e infecções típicas do inverno, já que estas situações exigem o uso de antibióticos nocivos à flora vaginal.

Para evitar doenças e infecções genitais é preciso que as mulheres se mantenham em dia com a higiene íntima. Por isso, cresce no mercado a popularidade de sabonetes íntimos, que auxiliam nesta higienização, além de atender as necessidades da mulher moderna, sem comprometer seu ritmo de trabalho.

É importante que as mulheres saibam utilizar esses produtos com segurança, verificando, primeiramente, se eles são dermatológica ou ginecologicamente testados e não adquiri-los sem tais especificações. "As mulheres que possuem alergia a produtos de higiene, perfumes ou conservantes devem ficar atentas porque há nesses sabonetes algumas substâncias alérgicas como o clorexidine, propilenoglicol e formaldeído", afirma Branco. Ele alerta que, se a mulher perceber qualquer reação inflamatória marcada por irritação da pele e mucosa, o uso do produto deve ser suspenso.

Outra opção útil e eficaz na higienização íntima são os lenços umedecidos. Além de práticos, podem ser usados fora de casa, em banheiros públicos. No entanto, é preciso ter cuidado: "o uso excessivo dos lenços degrada a camada de muco da pele, facilitando o crescimento de bactérias no local", explica o especialista.

Sobre o tempo de higienização, o especialista afirma que não deve ser superior a dois ou três minutos, para evitar o ressecamento. "Tão importante quanto lavar é o ato de secar. Depois da higiene correta, as mulheres devem manter seus genitais bem secos", finaliza.

CORPO A CORPO



Olha só esse arranjo!

Muito simples de fazer, é só juntar vidros de geléia ou aqueles de papinha de nenê, amarrá-los com uma fita e formar esse simpático arranjo. Já as flores, não posso dizer os nomes, não conheço nenhuma. A do meio na primeira fileira me parece narciso amarelo, não tenho certeza… as restantes, não sei mesmo. Mas com a variedade de flores que temos por aqui não vai ter problema algum para fazer uma bela composição!


Detalhe que faz a diferença

É gostoso sentar em uma mesa que foi pensada e preparada com cuidado para os convidados. Um vaso de flor, um guardanapo dobrado de maneira diferente, qualquer coisa que chame a atenção. Na foto um detalhe bem simples fez toda a diferença. Uma folha (que me parece ser de couve) serviu de base para os talheres amarrados ficarem em cima do prato.

CASA E JARDIM


Sopa (muito fácil) de ervilha

Você já preparou sopa de ervilha em casa?

Pode ser muito mais fácil do que você imagina.

Primeiro você corta os temperos, frita no azeite e joga uma carne picadinha.

Depois acrescenta a ervilha, cobre com água quente 2/3 da panela de pressão, acerta o sal e tampa.

Quarenta minutos depois você abre a panela, coloca um pouco de azeite e mexe.

Se quiser, pode colocar macarrão de sopa lá (qualquer um, eu gosto do grão de arroz).

Parece um creme.

Essa receita é ótima quando você precisa preparar a janta e fazer mais um milhão de coisas ao mesmo tempo.


Uma receita rende 8 unidades.

Bata no liquidificador 1 copo de leite, 1 de farinha, 1 ovo e ponha sal. Depois, frite em uma frigideira pincelada com óleo.

COMER É UM BARATO



Que tal essa idéia?

ALGUMA BOSSA


CLIQUE NA IMAGEM PRA LER


Viva melhor com menos sal

Com pequenas mudanças na dieta e os novos produtos da indústria, é possível vencer a hipertensão sem abrir mão de comer bem – e com prazer

A humanidade parece ter um problema recorrente com o sal. Em seus primórdios, na África, os ancestrais do Homo sapiens lutavam contra a escassez dessa substância essencial ao organismo humano. No sal encontra-se o sódio, elemento químico crucial para o metabolismo das células. Sem sódio, não haveria vida como a conhecemos. Por ele ser importante, e difícil de obter na natureza, a evolução dotou o corpo de mecanismos extremamente eficazes para reter o sal. Cada vez que um caçador obtinha sal por meio do sangue e dos órgãos dos animais ou pela ingestão de algum vegetal rico em sódio, o corpo se agarrava a ele com tenacidade. A máquina orgânica foi aprimorada nas savanas africanas para que o suor, a urina e as fezes eliminem quantidades mínimas de sal. O objetivo da natureza é preservá-lo dentro do corpo. Mas as circunstâncias mudaram radicalmente.

GLOBO.COM



''Deixe sua vida dançar suavemente nas bordas do tempo como uma gota de orvalho na ponta de uma folha.''

Rabindranath Tagore


maria tereza cichelli
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...