sexta-feira, abril 16, 2010

“Um homem que abandona a natureza começou a abandonar a si mesmo.”


Bom Dia..

Pois é amigas, sem tempo pra nada...

Este é meu trabalho atual, "mantas de soft para TV"...
Já entreguei algumas, mas nem contei quantas faltam pra não me assustar...

São muito fáceis de fazer, mas cada uma demora dois dias e meio pra ficar pronta...

Mesmo assim é um trabalho que me dá muito prazer em fazer, pois adoro mexer com cores...

Esse é o motivo da minha demora em postar..

Beijos e saudades...

maria tereza cichelli




Bossa no arranjo...




Quadro De Recados Charmosos

Adoro esta ideia de espalhar quadros de recados, feitos com tinta decorativa, por todos os lugares. Não é muito fofo ter quadrinhos assim, com desenhos de giz, enfeitando a entrada da casa?


Um quadro especial para os mais esquecidinhos....


As caixas do brinquedos das crianças ficam mais organizadas e divertidas


Uma ideia super criativa: a lateral de uma estante com um quadro de recados!



DECORAÇÃO



Cérebro dos apaixonados ajuda a evitar adultério

Sabe aquela conversa de que o amor é cego? Pode ser que seja mesmo verdade, de acordo com uma pesquisa conduzida pela Universidade da Florida. Os cientistas mediram a atenção de 113 homens e mulheres a fotos de pessoas atraentes e constataram que os apaixonados ignoraram as imagens dos bonitos em questão.

O estudo consistiu em solicitar a alguns voluntários que escrevessem previamente um texto sobre o amor que sentiam por seu parceiro. Aos outros foi dada a tarefa de escrever sobre felicidade. Após essa etapa, imagens de pessoas bonitas foram mostradas aos dois grupos. Os que escreveram sobre amor e consequentemente foram forçados a pensar a respeito, não conseguiram fixar a atenção às imagens das pessoas atraentes por muito tempo.
O resultado da pesquisa pode estar associado ao funcionamento do neurocórtex, que no caso dos apaixonados, repele pessoas muito atraentes. De acordo com os cientistas isso acontece por razões evolutivas, que se beneficia da monogamia. E adivinhem só: nos homens apaixonados o mecanismo “repelente de bonitas” é quatro vezes mais forte do que nas mulheres.

TERRA



Para comer com os olhos: livro fala sobre brigadeiro

Iguaria tipicamente brasileira e um clássico das festas infantis que faz sucesso entre os adultos, o brigadeiro virou objeto de estudo. Em ‘O livro do brigadeiro’, de Juliana Motter, o docinho ganha destaque e tem seus segredos desvendados. “Sou apaixonada por brigadeiro desde criança, fiz minha primeira panela aos 6 anos. Gosto de pesquisar sobre o assunto e nunca havia encontrado literatura específica”, conta ela.

Entre as curiosidades do livro, está a origem do nome brigadeiro. Segundo Juliana, ele já existia no Sul do Brasil em 1925 e era conhecido como negrinho. A mudança veio em 1945. “Por ser relativamente barato, o doce foi usado na campanha para presidente do brigadeiro Eduardo Gomes, sendo chamado de o preferido do brigadeiro. O candidato perdeu a eleição, mas a patente dele batizou o doce”, diz a escritora.

Aprenda a preparar o legítimo brigadeiro

Juliana Motter ensina a preparar o legítimo brigadeiro. A receita rende 30 docinhos.

Ingredientes:
1 lata de leite condensado
4 colheres de sopa de chocolate em pó (ou 8 colheres de sopa de raspas do seu chocolate favorito)
1 colher de sopa de manteiga extra sem sal
Raspas de chocolate para confeitar
Modo de fazer:
Abra a lata de leite condensado e despeje na panela. Acrescente o chocolate em pó (ou as raspas de chocolate), misture bem, junte a manteiga e leve ao fogo baixo, mexendo sempre até que a massa desgrude do fundo da panela. Quando estiver no ponto, retire da panela e transfira para um recipiente de louça untado com manteiga. Deixe esfriar, molde as bolinhas, passe-as em raspas de chocolate ao leite ou meio amargo e acomode-as nas clássicas forminhas de papel plissado

GNT

maria tereza cichelli
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...